quinta-feira, 18 de agosto de 2011


Ela também teve seu coração machucado. Dilacerado, imagino. Normal. Desse mal, meu bem, ninguém escapa. Mas o bom disso tudo é que agora consigo abrir meu coração sem rodeios. Sim, amei sem limites. Dei meu coração de bandeja. Sim, sonhei com casinhas, jardins e filhos lindos correndo atrás de mim. Mas tudo está bem agora, eu digo: agora. Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Descobri tantas coisas. Tantas, Tantas. Existe tanta coisa mais importante nessa vida que sofrer por amor. Que viver um amor. Tantos amigos. Tantos lugares. Tantas frases e livros e sentidos. Tantas pessoas novas. Indo. Vindo. Tenho só um mundo pela frente. E olhe pra ele. Olhe o mundo! É tão pequeno diante de tudo o que sinto. Sofrer dói. Dói e não é pouco. Mas faz um bem danado depois que passa. Descobri, ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora, me chama!
Fernanda Mello




Não sou nem quero ser o seu dono. É que um carinho as vezes cai bem.
Eu tenho os meus desejos e planos secretos. Só abro pra você mais ninguém. ♫
Caetano Veloso

8 comentários:

Raphaela Mattos disse...

Amiga , que lindo esse texto! Já vivi uma grande decepção e durante um tempão eu "deixei de viver" mas depois eu vi que não valia a pena. E aconteceu exatamente como nesse texto , são tantas coisas bonitas pra se aproveitar .. a vida me chamou e não dava pra perder tempo! Beijão e tenha um ótimo fds! :)

Ana Marques disse...

Adorei ... não dá pra ficar esperando mesmo. Tem gente sendo feliz no nosso lugar ahhaha
bjss

Luna Sanchez disse...

A gente se segura no que tem por perto, no que consegue pegar, fica em pé e quando consegue seguir em frente, segue.

Mas que dói, dói.

Um beijo.

Maahry! disse...

Também gostei do texto da Fernanda, e o arremate com Caetano ficou ótimo..
"As vezes a única forma de chamar a atenção, é parar de dar à atenção"..
Bjoo..♥

Nayara Maranthya disse...

Tem um selo em meu blog para vc!!
;**

Priscila Lima disse...

Nossa, adoro esse texto, muito BOM!
É bem assim mesmo,quando a pessoa está passando por uma perda de um amor a pessoa deve pensar assim. Procurar tirar o foco desse amor e observar o mundo a sua volta!


Muito bom Keeyla
Beijoo

Complicada e Perfeitinha disse...

Olá, estava vendo uns blogs que um amigo segue e econtrei este cujo o tema me chamou atenção. E que bom que chamou minha atenção, pois gostei muito =)

Sofrer por amor realmente dói, e muito. Mas a dor também reconstrói. Reconstrói a nossa vontade de dar a volta por cima e viver tudo de belo que a vida ainda tem a nos oferecer.

Parabéns pelo texto.

Bixudipé disse...

Que texto esplendido!

Adorei; mas, me diz: Quem nunca sofreu por amor (?), mesmo que infantil.

Abração.