segunda-feira, 17 de outubro de 2011


Você me provoca, você me pertuba. Joga água e sai correndo. Atira a pedra e me acerta de raspão. Me espia no escuro e mostra a língua. Me xinga. Me atiça. Invade o meu sossego. Meu refúgio. Pisa no meu ninho com os sapatos sujos. Na minha toca. Sem saber o meu tamanho, até onde vai meu bote, você me provoca achando que não há perigo. Sem conhecer a força da minha mordida, o tamanho dos caninos. Você me provoca sem esperar a picada. Sem saber que ainda não inventaram antídoto pro meu tipo de veneno.
Caio Fernando Abreu.

11 comentários:

letícia ♥ disse...

adorei *

letícia ♥ disse...

digo o mesmo, minha querida (:

Luiza Fernandes disse...

O Caio é demais, adorei o texto.

Bjs!

Itauanne disse...

muito massa o texto :)

Camila Sanches e Amanda Sanches disse...

óóótimo texto do caio!

http://oamorhadevencer.blogspot.com/

Sitting, Waiting, Wishing! disse...

Gostei muito do blog; e estou seguindo você, segue de volta!

http://marcelohubbard.blogspot.com/

Daiana... disse...

Olá..Obrigada pela visita

Também adoro A Katy Perry...

Bjsss

Daiana... disse...

Obrigada pela visita... volte sempre ..
Bjs

Rafaela Bucci disse...

Garota!

Achei seu blog na comunidade do Caio do Orkut. Por acaso mesmo.

Olha...adoreeeeei aqui!
Já está nos meus favoritos e já estou seguindo!

Parabéééns!
BJÃO!

www.coisasrafa.blogspot.com.br
http://www.facebook.com/pages/Coisas-Rafa/152867048126196

Fagner J. Faxina disse...

Esse tipo de coisa acontece com muita frequencia. haha Muito bom como sempre! bjs

Forever Dieguita disse...

ai que lindo, é o amor =)