quinta-feira, 25 de outubro de 2012


Em tempos em que quase ninguém se olha nos olhos, em que a maioria das pessoas pouco se interessa pelo que não lhe diz respeito, só mesmo agradecendo aqueles que percebem nossas descrenças, indecisões, suspeitas, tudo o que nos paralisa, e gastam um pouco da sua energia conosco, insistindo.


Martha Medeiros

3 comentários:

Fagner J. Faxina disse...

Estive pensando muito sobre isso ultimamente. Como disse Fernando Anitelli: "Não se acomodar com o que nos incomoda". E uma coisa que tem me incomodado muito ultimamente é a ausência de amor ao próximo. Realmente o afeto é mercadoria muito rara nesses dias. Grande beijo Flor. Fantásticos textos como sempre. ;)

Priscila Lima disse...

Concordo plenamente!!!
Só agradecendo mesmo, porque tem pessoas que parecem não se importar com nada nem com ninguém, ficam presas em seus mundinhos. :(

Saudades *-*

Nilson Ramos disse...

É verdade, só mesmo agradecendo.

Afinal...
"Em uma época em que os desejos duram o tempo de uma estação, amar virou coisa de gente corajosa." ;)